Vereador Paulo Nunes (PT) pensa em abandonar a política

0
153

paulo nunes

A eleição que definiu a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores para 2015 na última terça-feira, 9, continua gerando comentários e discussões. Nesta quinta-feira, 11, o vereador Paulo Nunes (PT) procurou nossa reportagem para afirmar que está pensando em abandonar a política. O motivo principal para que o assunto viesse à tona seria o descumprimento de um acordo.

Nunes, até então candidato à presidência do Legislativo sepeense, perdeu o posto para presidente para o vereador Marco Filipini (PMDB) pois, segundo o regimento da Casa, em caso de empate, vencia o vereador com mais idade. O resultado foi 5 a 5.

O parlamentar relatou a difícil tarefa de fazer política em São Sepé onde, segundo ele, os interesses pessoais e partidários estão acima da razão e da verdade, e a comunidade sempre fica em segundo plano sofrendo a anos por conta dos ranços políticos. O parlamentar comentou que na sua curta trajetória já percebeu o tamanho despreparo dos políticos e a falta de caráter.

Com relação ao acordo descumprido, Nunes relata o cenário da atual política brasileira.

“Gente sem compromisso com a verdade, em busca de fama, poder e dinheiro a qualquer preço às custas do suor do povo”, disse.

Nunes se referiu ao parlamentar que, segundo o petista, “faltou com sua palavra empenhada”. O vereador afirma que o sentimento é de pena, “por o mesmo não ter uma explicação justa a oferecer àqueles que lhe deram o poder. Infelizmente é um político novo sem base, sem verdade e desacreditado daqui pra frente. Não confio nele nem para trocar um pneu por que com certeza o pneu vai cair logo em seguida”, concluiu Nunes.

 

Foto: Arquivo / Câmara de Vereadores