Obino

São Sepé encaminha projetos para duas usinas e uma central de gás


 

Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Três grandes investimentos estão na órbita de São Sepé para os próximos anos: duas usinas de geração de energia elétrica e uma central de distribuição de gás natural. A prefeitura está trabalhando as três possibilidades com o governo estadual e investidores. O mais próximo de ser tornar realidade é o da usina termelétrica a carvão com potência de 12,5 megawatts, um projeto de 1988.

O prefeito Léo Girardello (PP) acredita que até o final do ano a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) libere o licenciamento da obra. A prefeitura vai realizar audiências públicas para ouvir a comunidade. Na semana passada, Girardello foi a Criciúma (SC), sede das empresas, para participar de um evento sobre mineração e aproveitou para se reunir com seus diretores.

Em outubro, os catarinenses terão uma reunião com um pool de empresas da China, Alemanha e Espanha para discutir o investimento. A termelétrica deve gerar mais de 200 empregos só na obra.

 

ÁGUA E GÁS

O projeto da barragem do Rio São Sepé, que data de 1950, terá uma reviravolta. A proposta é construir uma hidrelétrica, que custaria R$ 170 milhões, no lugar de uma obra de R$ 420 milhões. O governador Eduardo Leite (PSDB) já autorizou o prefeito a conversar com investidores, entre eles a Cooperativa de Geração de Energia e Desenvolvimento, que construiu a Usina Termelétrica de São Sepé.

“Em vez da famosa barragem, será feita a usina hidrelétrica da Pulquéria, pela iniciativa privada. É uma obra gigante, uma megaobra para a nossa região”, afirma Girardello.

Segundo o prefeito, mais de 500 pessoas serão empregadas somente na obra. A iniciativa não tem data para sair do papel.

Já a construção de uma central de distribuição de gás natural depende das negociações para a construção do trecho 2 do gasoduto Uruguaiana-Porto Alegre, contemplando o Polo Petroquímico de Triunfo. O gasoduto passaria pelas BRs 290 e 392, em São Sepé, onde seria instalado um dos postos de fornecimento de gás natural. Sobre esse projeto, o prefeito diz que ainda não tem mais informações.

 

 

Fonte: Diário de Santa Maria

 

 

Comments are closed.