Santa Maria é sede de encontro estadual sobre turismo paleontológico


 

Foto: Deise Fachin

“Quanto mais a gente conhece, mais a gente desenvolve o nosso Turismo”. Esse foi o tema do Encontro Estadual de Turismo Paleontológico, realizado nesta sexta-feira, 8, em Santa Maria. Professores, pesquisadores, gestores e demais estudiosos da cidade e da Região Central se reuniram no auditório do Sesc para debater a importância da paleontologia para o desenvolvimento do Turismo no Centro do Estado. O enorme potencial da região foi citado pelos participantes, lembrando que ainda são necessários fortes investimentos para alavancar o Turismo Paleontológico no Rio Grande do Sul.

“Esse tema é uma grande oportunidade de retomarmos esse assunto e impulsionarmos as discussões. A nossa região tem grande destaque nessa área e precisamos estar juntos, unidos, para impulsionar o Turismo”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação de Santa Maria, Ewerton Falk.

Santa Maria é referência em Paleontologia – na cidade foi encontrado o primeiro fóssil triássico da América Latina, em 1902. O Município conta com três sítios: Passo das Tropas, Bela Vista e Faixa Nova. Este último, localizado no Bairro KM 3, é considerado um dos mais importantes sítios paleontológicos do Estado.

O secretário de Turismo do Estado, Vítor Hugo; o diretor de Turismo do Estado, professor Abdon Barreto Filho; e a diretora do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE), Renata Galbinski Harowitz, participaram do encontro e falaram sobre a importância de fomentar o segmento para atrair turistas e, consequentemente, empregos e rendas.

“Precisamos investir nos sítios para poder atrair visitantes. A Região Central tem uma grande oportunidade de gerar emprego e renda através deste setor”, ressaltou o professor Abdon.

Na ocasião foi apresentado dois painéis: Estratégias para melhorar os resultados do Turismo Paleontológico no Rio Grande do Sul; e Turismo Paleontológico no Rio Grande do Sul: sua influência na geração de emprego, renda e autoestima do núcleo receptor de visitantes. Também foram debatidos outros temas que buscam impulsionar o segmento.

 

 

Fonte: Prefeitura de Santa Maria