Saiba “Por Onde Anda” a sepeense Itiana Dibi Giuliani

A convidada de hoje do quadro “Por Onde Anda, Sepeense?” é a sepeense Itiana Dibi Giuliani.

Se você não mora mais em São Sepé e quer contar um pouco de sua história, pode participar do quadro, enviando e-mail para redacao@osepeense.com


 

Confira:

História e trajetória

Meu nome é Itiana Dibi Giuliani tenho 29 anos, sou filha de Valdir Giuliani e Terezinha Dibi Giuliani, tenho dois irmão Alisson e Alessandro Giuliani. Meus pais e meu irmão Alisson residem atualmente em São Sepé.

itiana2

Primeiramente sai de São Sepé aos 17 quando fui para Santa Maria fazer curso preparatório para o vestibular, morei lá até 2010 quando conclui o curso de Farmácia pela UFSM, nesse meio tempo morei um período em Curitiba onde fiz meu estágio final da faculdade em uma indústria de cosméticos.

Após formada voltei para São Sepé onde trabalhei, até 2012, na Farmácia Municipal e programei minha viagem para Toronto – Canadá , aonde moro atualmente. Moro aqui há 2 anos e 8 meses, assim que cheguei estudei inglês, trabalhei em bares, restaurantes, cafés, pubs e atualmente trabalho em um café Italiano visto que infelizmente não posso atuar como farmacêutica aqui devido as regras do país.

Também estudei na Universidade de Toronto, onde fiz cursos na área de farmácia e atualmente estou fazendo um curso para me certificar como professora de Inglês. Também viajei bastante por aqui e EUA, conheci NY, Miami, Orlando, Las Vegas, Bermuda, Niagara Falls, Montreal, Quebec, Ottawa, passei por experiencias incríveis e conheci pessoas sensacionais de todos os cantos do mundo.

 

O que lhe motivou a sair de São Sepé?

Sempre tive o sonho de morar fora do país para conhecer novas culturas, estudar outra língua e ampliar meus conhecimentos. Escolhi Toronto por ser uma das maiores cidades multiculturais do mundo, pela língua inglesa e pela facilidade de poder conhecer outros lugares ao redor.

 

Quantas vezes ao ano vem a São Sepé?

Desde que mudei para o Canadá fui uma vez para São Sepé, em Maio de 2014. Foi ótimo poder reencontrar minha família e meus amigos. Com certeza tenho muitas saudades de São Sepé, do mate na praça, das junções com amigos e família, de pequenas coisas que só damos valor quando estamos longe, como por exemplo da comida da mãe, do churrasco do pai, etc.

 

Pretende ainda voltar algum dia, para morar?

Pretendo voltar para visitar, mas para morar não, porque na minha área profissional não tem muita oportunidade de trabalho em São Sepé.

 

O que acha de nossa cidade?

Nossa cidade é maravilhosa. São Sepé me proporcionou uma infância incrível brincando na rua com a vizinhança e uma adolescência inesquecível onde carrego os amigos dessa época até hoje.

Para finalizar gostaria de parabenizar vocês pela iniciativa de publicarem O Sepeense online, é disso que precisamos, pessoas que invistam na cidade e que não deixem São Sepé cair no esquecimento. Gostaria de dizer que acompanho sempre as notícias da cidade pelo portal de vocês, assim me sinto mais próxima da terrinha! Obrigada!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*