Saiba como funcionará a segunda fase de vacinação contra a Covid-19 em São Sepé


 

Foto: divulgação

 

No dia 20 de janeiro, São Sepé recebeu 160 doses da vacina Coronavac. Conforme recomendação da Secretaria de Saúde do Estado, essas doses foram destinadas para profissionais que trabalham na linha de frente e tiveram contato direto com o vírus e para os idosos do Lar do Idoso São Vicente de Paulo.

Antes de começar a vacinação no Lar do Idoso de São Sepé, a Secretaria Municipal de Saúde recebeu a confirmação de quatro casos positivos de Covid-19 na instituição – o que se caracteriza como um surto, pois os moradores não recebem visitas e, dessa forma, todos precisaram ser testados. Os idosos ainda não tinham recebido a vacina quando houve a confirmação dos casos positivos. Após o resultado dos testes, será avaliada nova data para aplicação das vacinas nos idosos.

Conforme a coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município, Mercedes de Souza, os testados positivos terão que esperar 30 dias para receber a vacina (14 dias de isolamento e 15 dias de remissão dos sintomas). Em entrevista à Rádio Cotrisel na manhã desta quinta-feira, Mercedes confirmou 17 casos positivos no Lar do Idoso e comentou que estão sendo aguardados os resultados de mais testes.

Enquanto isso, as 70 vacinas destinadas para os idosos do Lar do Idoso ficarão guardadas, pois não podem ser aplicadas em outro público.

 

SEGUNDA FASE

São Sepé recebeu na quarta-feira, 27, mais 190 doses da vacina, sendo 150 doses da vacina de Oxford e 40 da Coronavac.

Nesse segundo momento, a Secretaria Municipal de Saúde, ainda seguindo recomendações da 4ª Coordenadoria, continuará contemplando os profissionais da linha de frente contra o vírus, sendo eles: recepcionistas, condutores, serviços gerais, cozinheiros e outros, do Hospital Santo Antônio. Após todos vacinados, passará para a equipe de atenção básica das ESFs que ainda não receberam a primeira dose.

Ainda conforme informações da coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município, nesse momento, os agentes de saúde não recebem a vacina.

 

COMO VAI FUNCIONAR

A Secretaria de Saúde receberá uma lista dos nomes que deverão receber a vacina neste momento. Estes, quando procurarem o posto, devem apresentar o cartão do SUS e Carteira de Identidade. No local, será realizada uma entrevista para avaliar a situação de saúde de cada um e, também, preenchido um formulário. Após receber a primeira dose, a pessoa terá que aguardar de 15 a 20 minutos no local, onde será observado se não foi apresentada nenhuma reação.

“Diferente de outras campanhas de vacinação, na primeira fase a regional solicitou a lista dos profissionais da linha de frente. Agora, foi solicitado o número de pessoas acamadas em São Sepé. Isso tudo para garantir que cada município receba a quantia certa de doses para cada grupo preconizado nessa fase”, destacou Mercedes.

 

SEGUNDA DOSE

É importante lembrar que quem recebeu a primeira dose da vacina Coronavac obrigatoriamente receberá a mesma na segunda dose. O mesmo vale para quem recebeu a dose da vacina de Oxford. Lembrando que a pessoa não poderá escolher qual vacina quer tomar e, tão pouco, é obrigada a receber a dose – participa da campanha de vacinação quem quer.

Enquanto a imunização não chega ao restante da população, o que depende do envio de um número mais expressivo de doses pelo Ministério da Saúde, a orientação é manter os cuidados com a higiene das mãos, usar máscara de proteção e evitar aglomerações.

 

 

* Com informações A.I. Prefeitura de São Sepé

 

 

Comments are closed.