Governo Federal anuncia R$ 230 milhões para agricultores atingidos pela estiagem no Rio Grande do Sul

0
1040


 

O Governo Federal anunciou nesta terça-feira (16) a liberação de R$ 230 milhões de reais para ajudar os agricultores afetados pela estiagem no Rio Grande do Sul. O recurso suplementar será usado para desconto de 25% em todos os empréstimos feitos no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf. O desconto vale para as parcelas vencidas e para as que estão para vencer, no período de janeiro a dezembro de 2023.

O anúncio foi realizado no Palácio do Planalto e contou com a participação do ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, do ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Paulo Pimenta, do presidente da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), Edegar Pretto e da Secretaria Executiva do ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Fernanda Machiaveli.

O ministro Paulo Teixeira diz que os agricultores podem procurar as instituições bancárias credenciadas para obter o desconto, e que o valor é um reforço das políticas do governo federal destinadas à produção de alimentos e combate à estiagem.

O governo federal está sensível com relação à queda na renda dos agricultores e ao quadro de endividamento devido ao quadro de estiagem recorrentes no Rio Grande do Sul. Conforme o presidente da Conab, Edegar Pretto, o decreto vai atender cerca 36 mil agricultores que têm dívidas, e que agora terão desconto.

O decreto, assinado pelo presidente Lula antes dele embarcar para missão no Japão, era aguardado por agricultores e movimentos do campo. A Secretária Executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Fernanda Machiaveli, destaca que o desconto é um amparo para as famílias do campo.

 

Entre os critérios previstos no decreto:

• Operações que tenham sido contratadas entre 01 de janeiro de 2022 e 31 de dezembro de 2022.

• Situação de adimplência ou sejam regularizadas até 29 de dezembro de 2023.

• Registro de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) ativa ou inscrição no Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF).

• Perda de receita seja igual ou superior a 30% da receita bruta esperada.

• Municípios em situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal.

 

COMO TER ACESSO AO BENEFÍCIO – A agricultora ou agricultor familiar que se encaixa nos critérios estabelecidos pelo decreto, deverá ir até à agência bancária com informações técnicas que demonstrem à instituição financeira a necessidade do benefício, por meio de laudo individual ou grupal.

 

 

Reportagem: de Brasília – Voltaire Santos e Leandro Molina – Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República – Secom