Perdeu ou teve o celular roubado? Agora está mais fácil bloquear o aparelho

ppci - resfria - popular


Uma medida anunciada na última terça-feira, 8, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vai facilitar a vida de quem teve o celular furtado, roubado ou simplesmente perdeu o aparelho. A iniciativa que já é válida para todo país descomplica o processo de bloqueio dos smartphones.

not_arquivo_145752526356e0120f028b3

De acordo com o comunicado da agência, qualquer pessoa poderá solicitar o bloqueio informando à operadora apenas o número da linha. Antes, para que o procedimento fosse realizado era necessário que o dono do aparelho tivesse em mãos o chamado IMEI (uma sequência numérica semelhante ao chassi de um carro). Outra novidade é a possibilidade de o usuário dar início ao processo de bloqueio do aparelho na delegacia de polícia, no momento do registro da ocorrência. No entanto, ainda não são todas as delegacias que já estão com o sistema em funcionamento.

Já os lojistas e transportadores também serão abrangidos pela nova medida. Porém, como os aparelhos ainda não possuem números por serem novos, será necessário a apresentação do IMEI contido na nota fiscal.

O presidente da Anatel, João Rezende, disse que o principal objetivo das novas ações é reduzir a utilidade dos aparelhos furtados ou roubados e, assim, tentar minimizar os casos.

O superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, José Alexandre Bicalho, explicou que o bloqueio de celulares perdidos, furtados e roubados é possível por meio do Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (CEMI), sistema coordenado pela Anatel e administrado pelas prestadoras de serviços móveis.

Hoje a base de dados do CEMI tem cerca de 6,5 milhões de celulares registrados, que não podem ser mais utilizados. Desde a sua criação, o sistema vem evoluindo e acompanhando o desenvolvimento das tecnologias móveis (TDMA, GSM, 3G, LTE).

O CEMI também permite que as pessoas consultem, pela internet, se um celular está bloqueado por roubo ou furto. Basta acessar www.consultaaparelhoimpedido.com.br. Essa consulta é recomendável antes da compra de celulares, especialmente no caso de equipamentos de “segunda mão”.

Para realizar a consulta no site, é necessário que o usuário digite o IMEI do equipamento, que pode ser obtido na caixa do produto, na nota fiscal, ou diretamente no próprio celular – discando *#06#.

 

*Com informações da Anatel

 

Guilherme Motta