Confira as previsões energéticas para 2017, por Pedro Boscaini

Saudações ao grande espírito criador, saudações a todas as criaturas.

Neste momento é oportuno que se faça uma avaliação de como, e do que se viveu neste ciclo, para que se tenha entendimento das possibilidades, que o amanha nos reserva.

O ano de 2016 com regência expressiva do sol “Oxalá” trouxe a tona um verdadeiro raio-x em nossa sociedade.

Vale muito lembrar que no seu governo planetário, “regência suprema” em seus trinta e seis anos, de 1981 a 2016. O astro rei vitalizou em nós, uma boa doze de ego. Trazendo para a humanidade um que de eu é que sei!! Deixa comigo!! Foi eu que fiz!! Em fim, atitudes ligadas ao ter sempre razão que nos levaram a separatividades. E muita auto afirmação.

Nem preciso lembrar das divisões a que nossa gente tem enfrentado, e das coisas que o astro rei com seu poder revelador trouxeram a tona neste 2016.

Para 2017, as coisas mudam bastante de aspecto.

Primeiro: a regência suprema nos próximos 36 anos será exercida por saturno. O regente da sabedoria e do entendimento profundo.

Segundo: saturno rege a maturidade, a capacidade de aprender com a vida, saturno é o espirito ancião. Por si, nos traz perguntas como; porque eu preciso fazer isto que estou fazendo?

Nos lembra aquelas perguntinha básicas: quero? posso? devo?

Isso nos mostra uma consciência esclarecida, amadurecida e desenvolvida em relação a nossa responsabilidade diante do todo que nos envolve.

Lembra os anéis de saturno? É preciso estar concentrado em nosso ser, nosso núcleo. E também olhar a nossa volta.
2017. Nº 1

Saturno: o velho orixá Yorimá. Compreende em si, Obaluaê, Nanã buruquê e Omulu

Dia da semana que dá o impulso a este ano: domingo Oxalá

Cores: branco, branco/preto, roxo, lilás

Com esta base energética e suas variações, vamos analisar as previsões e as possibilidades para o ano de 2017.

 

Na saúde

A regência confere pedido de cuidado com a estrutura óssea , articulações e pele. Também é sábio lembrar que Obaluaê e Omulu regem as doenças infeciosas, as epidemias e as doenças virais.. teremos uma preocupação com doenças transmissíveis entre o verão e o outono. Seremos surpreendidos por uma nova e potente doença transmitida facilmente entre as pessoas. Para os jovens, atenção a depressão e confusões mentais.

 

Nos relacionamentos

Companheirismo, compreensão e dialogo. Estes, serão primordiais, principalmente nos primeiro cinco meses do ano. As relações embasadas na verdade e transparência serão fortalecidas. Para os solteiros, o ano promete mais entendimento com o amor próprio, antes de amar ao próximo. Para os que vivem em relações que não sejam verdadeiras, será difícil suportar a sensação de vazio e de solidão. “se eu não sei o que quero, não saberei onde vou”.

 

Na segurança

Ainda não é chegada a hora de vermos tempo de paz. Teremos bastante violência, principalmente entre o verão e o outono. Os grupos rivais vão se enfrentar como nunca. “Quem planta colhe. Cuide de sua semeadura, pois o ceifeiro divino esta mais ativo neste ano”.

 

Trabalho

O ano começa com uma expectativa melhor. Mas, melhora mesmo só depois do quinto mês. É um ano em que o empreendedorismo e as ideias novas estarão em alta, e os velhos sistemas estarão em cheque. Os funcionários públicos devem ter bastante paciência. Não há solução para o caos que ai esta para os próximos meses. Por volta do meio do ano o estado consegue uma entrada de dinheiro significativa, e as contas começam a fechar, e a ser pagas em dia.

 

Política

Ainda tem muita coisa a ser revelada. Mais quatro ou cinco grandes figurões da politica nacional, terão que conhecer as regras da cela. As discussões serão agravadas nos meses de março e abril. Mas no fim, prevalecera o bom entendimento da democracia. Mesmo com forte pressão e popularidade em baixa o atual presidente levara seu mandato até o final. Na segunda metade do ano nossa economia terá sinais claros de melhora; em termos de números ainda não serão significativos. Mas mostrarão que o leme estará na posição correta. Com o movimento de troca de regência suprema, poucos conseguem se reeleger. A sociedade já não acredita em políticos de carteirinha.

Começa um novo ciclo em nossos poderes, e cada vez mais pessoas de capacidade e realmente comprometidas com a ética, a disciplina e a verdade, estarão tomando frente ao cenário politico.

A nível mundial, a Europa enfrentará confrontos diplomáticos. O novo governo americano, vai sacudir a confiança de relações antigas. Só depois de sete meses de mandato, é que as coisas entrarão em uma rota de entendimento.

 

No clima

Bastante irregularidade! Dias de muito e dias de pouquíssimo. Devemos estar atentos as encostas. Teremos desastres com deslizamentos na costa do mar brasileiro. Também há visões que nos mostram problemas no mar com desencarne coletivo. Entre o verão e o outono bastante complexo a variação do clima. Este período é mais favorável a estes acontecimentos. Depois, na segunda quinzena de outubro e a primeira de novembro teremos um período de grande força das águas, isso trará transtornos e perdas, inclusive de vidas humanas.

 

Na espiritualidade

Obaluaê rege as passagens.. é período de grandes confrontos das forças espirituais das sombras ante as falanges de luz. Os que trabalham espiritualmente, recomendo mais do que nunca “orai e vigiai”. Aos que ainda não despertaram para o chamado espiritual “qualquer que seja a religião, o entendimento, da conservação e crescimento do espÍrito eterno, em detrimento as ilusões da matéria que são passageira. Aproveite e faça isso. As portas dos dois mundos, LUZ x TREVAS estão cada dia mais abertas” e sob a regência de saturno “Yorimá” os próximos trinta e seis anos mostrarão a essência verdadeira do ser sobre o ter.

 

Reflexão

Nem tudo é, o que nos parece ser a primeira vista!! Nem tudo o que parece mal e mal, nem todo o que parece bem e bem, nem tudo o que parece estar errado na nossa sociedade esta realmente errado. Existem muitas coisas acontecendo para que se tome consciência e se tenha aprendizado. Lembra que quem cuida sua plantação, encontra Deus por onde vai, e nem uma folha cai por terra, sem o querer de nosso pai.

Aho Grande espírito!! Aho Mamãe terra!! Aho Ao coração da humanidade!!

 

Abraço fraterno a todos

Pedro Boscaini

Diretor da ASSEUOOBA