Concluído há quase 2 anos e sem funcionamento, Hospital Regional deve ter convênio assinado


 

O convênio entre o Estado e o Instituto de Cardiologia para administração do Hospital Regional, fechado há quase dois anos, será assinado na manhã desta segunda-feira, 11. Durante o fim de semana, o governador José Ivo Sartori (MDB) e o secretário estadual da Saúde, Francisco Paz, convocaram o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) para estar no Palácio Piratini, às 10h. Acompanham o chefe do Executivo, a secretária de Saúde, Liliane Mello Duarte, e a chefe da Procuradoria Jurídica, Rossana Schuch Boeira. As informações são do jornal Diário de Santa Maria.

Obra estimada em R$ 45,5 milhões em recurso público, o hospital, de mais de 20 mil metros quadrados, terá capacidade para mais de 200 leitos e atendimento 100% SUS (Sistema Único de Saúde). O funcionamento integral deve levar até um ano. Inicialmente, funcionará o ambulatório, previsto para este mês pelo último prazo dado pelo Estado, mas dificilmente o Instituto de Cardiologia conseguirá abrir as portas em junho, já que precisam ser feitas adequações e limpeza do prédio, seleção de pessoal, além de equipar o ambulatório.

 

Fonte: DSM