Câmara de São Sepé cria comissão para discutir possível privatização do Banrisul


 

Os vereadores Tavinho Gazen (PDT), Elcio Teixeira (PMDB), Paulo Nunes (PSB), Lauro Ouriques (PPS) e Maria Silveira (PP), reuniram-se, na manhã de segunda-feira, 7, para formar uma comissão provisória para tratar da possível privatização do Banrisul e sobre a possibilidade do fechamento da agência do Banco do Brasil de São Sepé. A proposta foi feita através de indicação do vereador Tavinho, na sessão do dia 1º de agosto.

O encontro contou com um representante de cada bancada, que elegeram como presidente o proponente da comissão, como vice-presidente, a vereadora Maria e como relator, o vereador Paulo Nunes. A primeira ação da comissão foi a convocação dos gerentes das agências bancárias locais para a discussão do tema. Ainda não há data marcada para a reunião.

A pauta foi levantada quando o Governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa um projeto de lei prevendo a realização de um plebiscito sobre uma possível privatização das estatais gaúchas Sulgás, Companhia Riograndense de Mineração (CRM) e Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). O projeto acabou não entrando em pauta e não deverá ser apreciado em plenário na Assembléia neste ano.

Os vereadores são contra a inclusão do banco gaúcho na lista de estatais a serem privatizadas. Eles temem ainda o fechamento da agência do Banco do Brasil, já que em janeiro deste ano, houve uma reestruturação do banco, que fechou agências em 16 municípios do Rio Grande do Sul.

 

 

Fonte: A.I. Câmara de São Sepé