Obino

Babalorixá sepeense é homenageado em encontro estadual de líderes religiosos


Foto: reprodução/Grande Axé

Na última sexta-feira, 10, o Babalorixá sepeense José Brum (Pai Zé) foi homenageado durante o Encontro das Almas Iluminadas realizado no município de Canoas, promovido pelo Conselho Municipal do Povo de Terreiro e Movimento UNIAXÉS.

O evento, que tem como objetivo a desmistificação das religiões de matriz africana, principalmente da entidade Exu, é um encontro que se destina à promoção da cultura de paz e consciência de combate à intolerância religiosa no Rio Grande do Sul.

Na sua 16ª edição, o evento pode contar com um público de mais de 3 mil pessoas, que tiveram a oportunidade de presenciar a homenagem aos grandes líderes espirituais, Babalorixás, Iyalorixás e Caciques de Umbanda, como reconhecimento ao papel social, cultural, histórico, ancestral, tradicional e religioso que desenvolvem em suas comunidades, entre eles nesta edição estava o sepeense Pai Zé.

Pai Zé demonstrou emoção ao ser homenageado. “Estou muito feliz, são eventos como este que reforçam as bases do povo de axé, mostrando que unidos na coragem e na fé dos nossos orixás e guias espirituais somos grandes”, declarou.

 

Trajetória

José Waldemiro da Silva Brum nasceu em São Sepé no dia 25 de fevereiro 1950, filho de Catarina da Silva Brum e Dilator Brum.

Aprontado pelo Babalorixá Jorginho de Oxalá no município de Porto Alegre, Pai Zé atualmente tem 32 anos de atuação como líder espiritual. Mudou-se em 1994 para São Sepé onde iniciou aos trabalhos espirituais no município e em 1996 fundou o Centro de Umbanda e Afro Xangô e Oxum.

Pai  Zé é 2º Delegado da Liga Espiritualista de Umbanda e Cultos Afro (LEUCAB) e idealizador da Semana da Umbanda de São Sepé, que há 11 anos lidera como responsável da atividade.