Vereador de São Sepé recebe apoio de ex-candidato a vice-presidente do Brasil

ppci - resfria - popular


Foto: divulgação

Foto: divulgação

Em encontro do PSB realizado domingo, 29, o candidato a vice-presidente do Brasil nas eleições de 2014, presidente estadual do PSB e vice-presidente nacional da sigla Beto Albuquerque, destacou a importância de novas lideranças se agregarem ao partido. O vereador de São Sepé, Paulo Nunes (PSB) ganhou apoio de Albuquerque durante o evento.

“A boa política se faz com pessoas comprometidas com as pessoas. Identificamos no trabalho do Paulo Nunes um grande destaque a nível estadual e regional na sua luta pelas pessoas com deficiência. Temos agora que ampliar e dar destaque a este belo trabalho com aquele que sente na pele, no dia a dia as dificuldades destas pessoas que querem trabalhar, estudar, ter uma vida normal. Cabe a nós organizar estas políticas para garantir direitos conquistados com muita luta e trabalho. O Paulo nos ajudará muito neste seguimento”, destacou Albuquerque.

Albuquerque destacou o trabalho feito por Nunes enquanto vereador participativo, comprometido e firme nas decisões. “Com um bom trabalho social com grupos, associações, buscando despertar o espírito coletivo e participativo nas pessoas, inclusão social através da cultura e esporte é outro diferencial deste guerreiro, que veio para somar com nosso partido que já tem uma juventude comprometida com as boas lutas por São Sepé”, salientou.

No encontro também estava o vice-presidente do PSB em São Sepé, Leandro Gonçalves, e o membro do partido, Claudiocir Ferreira, que escutaram de Beto Albuquerque como o partido está se organizando e se estruturando para as eleições municipais de 2016.

Em sua fala, Albuquerque destacou a importância do partido se organizar e pleitear candidaturas próprias, além de escutare os painéis com orientações sobre legislação eleitoral, gestão pública, comunicação e propostas de políticas públicas sugeridas pelos segmentos organizados do PSB Mulheres, Juventude, Negritude, Sindical, Movimento Popular e LGBT .

 

 

Guilherme Motta

Comments are closed.