Obino

Trio é punido por agressões a torcedora no Beira-Rio


 

Foto: reprodução/RBS TV

Uma audiência nesta quarta-feira, 21, pela manhã, no Juizado do Torcedor e Grandes Eventos (JTGE), definiu sanção para os torcedores colorados envolvidos nas agressões a uma gremista ao final do último GreNal, no Beira-Rio.

Presentes ao encontro, os três réus aceitaram proposta de transação penal – alternativa ao processamento criminal -, oferecida pelo Ministério Público, que consiste em apresentação em delegacia em todos os próximos 15 jogos do Internacional, independente do mando de campo. A medida deve ser cumprida já a partir da noite desta quarta-feira, quando o time gaúcho joga contra o Flamengo, no Rio de Janeiro, pela Copa Libertadores da América.

Nos jogos em Porto Alegre, o comparecimento deve ser entre meia hora antes e meia hora depois da partida. Em compromissos do clube fora da Capital, devem se apresentar, porém será dispensada a permanência no local.

A transação penal também exige que cada um dos acusados produza um vídeo educativo, que aborde temas como tolerância nos estádios e respeito aos adversários. Conforme o Juiz de Direito Marco Aurélio Martins Xavier, titular do JTGE, o material estará disponível para uso em campanhas contra a violência no futebol.

Após a audiência, o magistrado disse que o resultado de hoje não impede que a torcedora gremista venha a apresentar queixa-crime contra o trio (por injúria, por exemplo) ou busque reparação na área cível.

“Obviamente isso vai ser analisado frente ao contexto atual, em que eles já foram submetidos a um processo de persecução criminal, ponderou o juiz. O MP já formou uma opinião delitiva, segundo a qual, essas ofensas irrogadas naquele contexto de conflito se inserem na prática do tumulto, crime tutelado no Estatuto do Torcedor”, destaca o magistrado. Pelo Ministério Público atuou o Promotor Rodrigo Brandalise. As informações são do TJRS.

 

 

 

 

Comments are closed.