fbpx
04 / 07 / 2022
- Publicidade -spot_img
InícioLa Máquina na Série Bronze de FutsalTécnico do La Máquina fala sobre os próximos desafios do time sepeense...

Técnico do La Máquina fala sobre os próximos desafios do time sepeense na Série Bronze

ppci - resfria - popular


A equipe do La Máquina volta às quadras para disputar uma série de partidas em São Sepé válidas pela inédita participação na Série Bronze do campeonato de futsal. O time sepeense tem pelo menos cinco confrontos com apoio da torcida para buscar vitórias na competição. Conversamos com o técnico da equipe, Humberto Stoduto, que fez uma avaliação do La Máquina e do campeonato e ainda destacou o que os atletas e a direção do time esperam para os jogos. O primeiro confronto acontece no dia 18, contra a equipe do A.S.F. de Santiago.


Após um mês e meio de competição qual a avaliação do La Máquina sobre a Série Bronze?

Está tudo dentro do previsto por incrível que pareça. Nossa dificuldade foi muito grande devido a falta de treinos no ginásio e ritmo de jogo da gurizada. Mas agora já melhoramos e podemos ainda brigar pela classificação. Estamos trabalhando dentro da realidade e os jogos em casa vão dizer qual o nosso rumo.


13391002_908086209302308_1692638425_n

Disputados seis confrontos, sendo cinco deles na casa dos adversários e apenas uma partida em São Sepé, no que o fator local pode motivar um resultado positivo?

A grande maioria das vitórias são dos mandantes. Mas não conseguimos isso quando jogamos aqui. Agora teremos cinco partidas seguidas e temos que buscar as vitórias. A nossa torcida foi a grande surpresa. A gente não esperava todo o apoio depois de várias derrotas. Isso mostra que o pessoal ainda acredita e que o trabalho está no caminho certo.


Em São Sepé a equipe do La Máquina jogou bem, mas não conseguiu superar o adversário. Qual a avaliação sobre a disputa e o que “faltou” para a equipe sepeense balançar a rede?

Pegamos um adversário muito qualificado e que soube fazer o resultado apesar de todo nosso volume de jogo e chances de gol. Fazia muito tempo que não via um goleiro pegar tanto como o deles naquele dia, mas faz parte e serve de aprendizado. Temos treinado bastante para “matar” o jogo na hora certa.


O que os torcedores podem esperar do La Máquina nesta série de jogos em casa?

Um time guerreiro, mais organizado ainda e que acredita na classificação. Soubemos que a missão é muito difícil devido ao nível dos adversários, mas também sabemos que podemos ganhar todas aqui. O apoio do torcedor é mais do que importante.

 

 

Guilherme Motta

Mais notícias
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img