Obino

Eleição na próxima segunda-feira pode definir o futuro do Lar do Idoso de São Sepé


 

Foto: O Sepeense

 

Na próxima segunda-feira, 17, acontece uma assembleia que pretende eleger a nova diretoria do Lar do Idoso São Vicente de Paulo de São Sepé. No entanto, nesta semana, não havia nenhuma chapa inscrita oficialmente e a instituição corre o sério risco de fechar as portas caso nenhuma diretoria assuma a entidade.

Em entrevista ao programa Espaço Livre da Rádio Cotrisel, a advogada Luciana Gazen e a tesoureira do Lar do Idoso, Tereza Elisete, fizeram um apelo para que alguma diretoria assuma a entidade e não deixe dezenas de idosos sem atendimento.

Há três meses, o então presidente pediu desligamento da entidade por motivos pessoais e com isso foi definido um mandato “tampão”, composto por um presidente, vice-presidente e uma tesoureira. Com o prazo para o mandato provisório encerrando na próxima segunda-feira, 17, a instituição pode ficar sem presidente. Com isso, há um temor de que muitos vovôs e vovós fiquem desassistidos, isso porque o Lar do Idoso necessita de uma diretoria formada para que os trabalhos tenham continuidade.

“Nós gostaríamos de chamar a comunidade para participar, auxiliar e manter vivo o nosso Lar. Não estamos conseguindo encontrar pessoas da comunidade disponíveis para fazer esse trabalho. Se nessa assembleia não houver uma nova chapa e não houver pessoas dispostas a colaborar com a administração do Lar, ele ou será fechado ou será entregue à administração do Município que não tem interesse e condições de assumir o encargo”, destacou a advogada.

“O Lar está bem, não temos contas, todos os nossos funcionários estão em dia. Então a gente gostaria que alguém se prontificasse e nos ajudasse a assumir como presidente, vice e secretário”, comenta a tesoureira. A advogada salienta que a instituição não está operando no vermelho e reforça que todos os integrantes de uma diretoria trabalham de forma voluntária, já que o Lar do Idoso não visa lucro, pois é uma entidade filantrópica.

Com 64 residentes atualmente (32 homens e 32 mulheres), o Lar do Idoso conta com equipe de diferentes profissionais e os residentes do local recebem alimentação balanceada, cuidados de enfermagem, atividades de lazer e recreação, além de todos os cuidados necessários. Para que a instituição funcione e se mantenha financeiramente, os idosos contribuem com um valor mensal, além de receber ajuda da comunidade em geral.

A entidade conta com 27 funcionários remunerados (uma enfermeira-chefe, sete técnicos de enfermagem, seis cuidadoras, três cozinheiras, oito pessoas que trabalham na limpeza e conservação do Lar, uma nutricionista e uma secretária).

“A gente precisa que as pessoas da nossa sociedade se disponham a essa participação sob pena de perdermos o nosso Lar”, diz a advogada. Segundo Luciana e Tereza, o Lar do Idoso está plenamente administrável e conta, inclusive com assessoria jurídica e contábil.

Quem estiver interessado em montar uma chapa ou participar da composição de uma diretoria deve procurar o Lar do Idoso de São Sepé (Rua Teobaldino Tatsch, próximo ao Hospital Santo Antônio).

A assembleia que elegerá a nova diretoria acontece na próxima segunda-feira, 17, às 19h, no Lar do Idoso. A eleição é para completar o mandato da atual gestão, que encerra em dezembro deste ano.

 

 

 

Comments are closed.