A Ceasa/RS voltará à sua sede no bairro Anchieta no dia 17/06.

0
97

A Central de Abastecimento do Rio Grande do Sul (Ceasa/RS) voltará a funcionar em sua sede no bairro Anchieta, em Porto Alegre, a partir da próxima segunda-feira, dia 17. No primeiro dia, o horário funcionamento será das 12h30 às 18h e a partir de terça-feira, 18, nos horários regulares (veja abaixo), com algumas restrições estruturais devido à falta de energia elétrica. Permanecem interditados os prédios administrativos e o Galpão de Não Permanentes, que necessita de avaliação.

No início de maio, com as fortes chuvas ocorridas no Rio Grande do Sul, a central teve suas instalações inundadas, transferindo as operações, provisoriamente, para uma área junto ao km 80 da Freeway, em Gravataí, na Região Metropolitana. A água atingiu 2,80 metros de altura no complexo. “Realizamos, num primeiro momento, uma operação emergencial, com o objetivo de que o Rio Grande do Sul não sofresse desabastecimento de alimentos. A operação foi um sucesso. A Ceasa garantiu não apenas o abastecimento, mas um local para garantir o escoamento do que foi produzido. Agora, vamos avançando no sentido de estabelecer a normalidade das operações”, afirmou o secretário Estadual de Desenvolvimento Rural, Ronaldo Santini.

Na estrutura improvisada, foram comercializadas quase 11 mil toneladas de hortigranjeiros. Das 311 empresas atacadistas, 102 estiveram presentes na área, em algum momento. Dos 1.570 produtores cadastrados, 460 atuaram no local.

Horários de comercialização

Nenhum dos setores tem operação no domingo

Hortifrutigranjeiros

Segunda-feira – das 5h30 às 10h

Terça a sexta-feira – das 13h às 17h

Sábado – fechado

Setor de flores

Segunda-feira – das 5h30 às 15h

Terça a sexta-feira – das 7h às 17h

Sábado – das 7h às 12h

Embalagens

Segunda-feira – das 5h às 12h

Terça a sexta-feira – das 8h às 18h30

Sábado – fechado

Setor de carnes

Segunda-feira – das 7h às 15h

Terça a sexta-feira – das 7h às 17h

Sábado – das 7h às 17h

Viveiro de mudas

Segunda-feira – 6h às 15h

Terça a sexta-feira – das 6h às 18h

Fonte. Correio do Povo