fbpx
28 / 05 / 2022
- Publicidade -spot_img
InícioRegiãoCasa de suspeito de matar quatro pessoas em Pinhal Grande é incendiada

Casa de suspeito de matar quatro pessoas em Pinhal Grande é incendiada

cabecalho-okk


Na madrugada de domingo, 4, a casa em que Ariosto da Rosa, 41 anos, suspeito da chacina em Pinhal Grande, teria matado a enteada dele, Bianca Moraes de Salles, 16, com um tiro na cabeça, foi incendiada.

As chamas destruíram completamente a estrutura de madeira que fica na localidade de Rincão dos Basílios, interior do município, distante cerca de oito quilômetros da área urbana. Não há informações sobre quem teria ateado fogo no local. A Brigada Militar da cidade foi avisada sobre o incêndio por volta das 7h.

Foto: Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato/Agencia RBS

Enquanto isso, as inserções dos policiais pelo interior ocorrem em vilarejos no entorno do Rincão dos Basílios, onde ocorreram os crimes, como Vila Mosa, Gringuinha, Cerro Azul, Linha Nossa Senhora Aparecida Encruzilhada e Alague. As características do terreno e relevo, como subidas acentuadas, cursos d’água e mata fechada, dificultam o trabalho.

As últimas pistas sobre o um possível paradeiro do suspeito foram encontradas na última quinta-feira, em dois locais que teriam sido usados como esconderijos.

Ariosto da Rosa é suspeito de ter cometido quatro assassinatos em série. Além de Bianca, Iran Gonçalves dos Santos, 10, Alex Cardoso Leal, 17, e Afonso Gonçalves, 60. Em seguida, fugiu e, desde então, não foi mais visto.

Quem tiver informações sobre o paradeiro do suposto homicida pode ligar para o 190.

Hoje, conforme o prefeito Selmar Durigon, serão retomados o atendimento no posto de saúde e as aulas nas escolas municipais, com exceção da Escola São Tomás de Aquino, que fica em Rincão dos Basílios.

 

 

Fonte: Diário de Santa Maria

 

rodape-1

 

 

Mais notícias
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img