Voto consciente: questão de cidadania


 

“Que país você quer para o futuro?” Respondendo ao questionamento da Rede Globo, os brasileiros querem um país sem violência, sem corrupção, com a garantia de que os direitos dos cidadãos sejam respeitados. Para isso, é indispensável que os eleitores saibam escolher seus representantes de forma responsável.

Os frequentes escândalos da esfera política, os desmandos, a corrupção e a compra de votos são alguns dos motivos do descontentamento e da desconfiança dos eleitores. Por essa razão, a falta de interesse pela política que hoje tem uma imagem suja é crescente. Outro aspecto a ser considerado é a falta de transparência dos gastos do dinheiro publico, gerando a insatisfação do eleitor.

O combate à corrupção está nas mãos dos próprios cidadãos. A ausência do senso crítico e a alienação social induzem o eleitor a acreditar nas falsas promessas. Os atos de improbidade administrativa desmotivam a sociedade e intensificam os sentimentos de descrença e de insatisfação. Daí é necessário impedir que políticos incompetentes e com ficha suja se candidatem a um cargo público.

Portanto, a oportunidade de mudar o atual quadro político está no empoderamento crítico, que inicia na escolha correta de representantes idôneos, responsáveis, coerentes e honestos. Para isso, só o exercício da cidadania através do voto consciente e responsável garantirá os direitos constitucionais, a igualdade social e o progresso de uma Nação.

 

 

Redação elaborada pelo grupo de alunos que participam do projeto de aulas de redação do Colégio Estadual São Sepé (CESS) – 26/04/2018.