Obino

Vítima cai no golpe do falso sequestro em São Sepé



O golpe é velho, mas assusta e ainda faz vítimas. Na tarde desta quarta-feira, 29, mais uma pessoa caiu no golpe do falso sequestro em São Sepé. A vítima que preferiu não se identificar disse que recebeu uma ligação afirmando que seu filho havia sido sequestrado. Conforme o relato, a voz e o choro da pessoa do outro lado da linha era muito semelhante a de seu filho.

O sequestrador inicialmente pediu um valor para resgate, mas após negociar com a vítima ficou acordado uma quantia menor. A vítima então se deslocou até uma agência bancária e depositou o valor estipulado. Por sorte, o homem se deu conta de que poderia ser um golpe. Após fazer contato com o filho, voltou a agência bancária e conseguiu com que o valor depositado fosse estornado.

Segundo o delegado João Gabriel Parmeggiani Pes esse tipo de trote acontece com frequência, porém, a investigação leva tempo. O delegado disse que essas pessoas abrem contas bancárias falsas em outros estados e, geralmente, após o golpe, a conta é fechada, para não deixar pistas.

A Polícia alerta que é preciso manter a calma e buscar contato o mais rápido possível com o familiar.

Por mais que o golpe seja antigo, na hora em que se está falando com o golpista no telefone, o nervosismo atrapalha. Por isso é importante não revelar nomes dos familiares ou dados pessoais. Fazer um jogo de perguntas com o falso sequestrador, por exemplo, perguntar a ele o nome da vítima ou roupas que ela está usando, pode ser uma forma de se livrar desse tipo de golpe.