Unifra está perto de se tornar universidade


Foto: Lucas Amorelli/New Co DSM

Após a visita de uma equipe do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Centro Universitário Franciscano (Unifra), de Santa Maria, recebeu o relatório que indica a nota máxima para a instituição receber o status de universidade.

A Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior confirmou nota 5, em um escala de 0 a 5, para a instituição. Com isso, Santa Maria passa a ter duas instituições de Ensino Superior no patamar de universidade.

O sistema de avaliação adotado pelo Ministério da Educação (MEC) destacou cinco eixos, que incluem análise de documentos, visitação in loco, entrevistas e outras percepções e considerações dos avaliadores. Conforme o relatório de avaliação, todos os requisitos legais foram devidamente atendidos pela instituição. O documento ainda destaca a coerência entre o planejamento da gestão e sua execução financeira, a qualidade do trabalho docente desenvolvido nos quesitos ensino-aprendizagem e pesquisa e extensão, assim como a excelente infraestrutura institucional, em consideração também aos aspectos de acessibilidade.

Para o processo ser totalmente concluído, falta ainda ser aceito pelo Conselho Nacional de Educação e, depois, precisa ser publicado no Diário Oficial da União. Não há prazo para que essas etapas sejam concluídas.

A reitora do Centro Universitário Franciscano, Iraní Rupolo, atribui esse resultado de avaliação ao empenho coletivo, que se reflete nas práticas acadêmicas.

“Este resultado é fruto do planejamento, da maturidade e da solidez institucional. Construímos nosso alicerce por meio do trabalho e ficamos orgulhosos de cada dia contribuirmos para o desenvolvimento regional”, enfatizou, considerando a notícia como uma excelente conquista para o semestre que se inicia.

 

O que foi avaliado

Durante a visita realizada entre os dias 31 de julho e 2 de agosto, foram verificadas as seguintes dimensões:

– Planejamento e avaliação institucional
– Desenvolvimento institucional
– Políticas acadêmicas
– Políticas de gestão
– Infraestrutura física

 

Benefícios para toda a comunidade

O recredenciamento da Unifra como universidade representa muito mais do que um status acadêmico ou uma mera nomenclatura. Segundo o especialista em história da educação, Jorge Cunha, a notícia é excelente para Santa Maria e toda a região, uma vez que o município se destaca pela prestação de serviços e, principalmente, pela produção de conhecimento.

“Essa é uma notícia importante para toda a comunidade, pois amplia o papel social e político da instituição, trazendo contribuição para a sociedade como um todo”, destaca Cunha, que, atualmente, é professor titular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e que já foi diretor do Centro de Educação da UFSM, de 1997 a 2005, e pró-reitor de Graduação da instituição, de 2005 a 2009.

Uma das vantagens obtidas com o título de universidade é poder ampliar as atividades nos três eixos da educação: ensino, pesquisa e extensão, promovendo a diversidade de conhecimento. Isso, segundo Jorge Cunha, é o grande diferencial:

“Essa, na minha opinião, e á grande vantagem para a sociedade: o investimento em pesquisas, em projetos e na formação profissional, produzindo alternativas para as mais diversas áreas. É importante destacar que, como universidade, a Unifra terá um papel fundamental no desenvolvimento e na produção de ideias nas áreas de tecnologia, social e de saúde, contribuindo para a promoção de uma sociedade melhor”.

 

 

Fonte: Diário de Santa Maria