Salário atrasa, de novo, e educadores estaduais protestam no Centro de Santa Maria


 

Foto: Maiquel Rosauro

Os educadores estaduais voltaram a protestar no Centro de Santa Maria na manhã desta quinta-feira, 30. O motivo foi o novo atraso no salários. Entre os servidores do Executivo estadual, receberam apenas aqueles que ganham até R$ 1.200. Além disso, foi paga a última parcela do 13º salário de 2016, independente do vencimento líquido.

De acordo com a vice-diretora-geral do 2º Núcleo do CPERS/Sindicato, Marta Skinovsky, a categoria convive com a insegurança.

“O governo segue inflexível e não aceita mais dialogar. R$ 1,2 mil não paga quase ninguém da nossa categoria e estamos chegando ao Natal e Fim de Ano com contas e mais contas”, explica Marta.

A greve dos educadores estaduais chegou hoje ao seu 86º dia. Na manhã desta sexta, 1º de dezembro, às 9h, o comando de greve do 2º Núcleo estará reunido na sede da entidade (Rua Barão do Triunfo, 760) para debater a mobilização.