Saiba “Por Onde Anda” o sepeense Marlos Rockenbach da Silva

anuncios - materia


A participação nesta semana no quadro “Por Onde Anda, Sepeense?” é do sepeense Marlos Rockenbach da Silva.

“O Sepeense” lembra que este espaço vale também para aqueles e aquelas que não nasceram em São Sepé, mas que de uma forma ou de outra possuem ligações com o município e se sentem sepeenses de coração.

 


marlos rockenbach 2

Trajetória

Nasci em São Sepé, no Hospital Santo Antônio, pelas mãos do Dr. Adolfo Tonetto. Saí de São Sepé porque a vida me proporcionou novos desafios.

Meu nome é Marlos Rockenbach da Silva, filho de Milton Fernandes da Silva e Ilva Luci Rockenbach da Silva. Estudei no Instituto Estadual de Educação Tiarajú e no Colégio Estadual São Sepé. Procurei sempre obedecer os ensinamentos dos meus pais, professores e pessoas as quais eu pudesse me espelhar, baseado sempre nos bons costumes.

 

marlos rockenbach 3Formação

Me formei em Física na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), aproveito para agradecer ao meu orientador, o Dr. Nelson Schuch, do Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais – CRS/INPE de Santa Maria e São Martinho da Serra, que me orientou profissional e pessoalmente.

Fiz mestrado e doutorado no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE em São José dos Campos (SP), cujos orientadores foram Dr. Ezequiel Echer e Dr Walter Gonçalves, no mestrado e Dr. Alisson Dal Lago no doutorado, a eles minha gratidão e reconhecimento.

Durante o doutorado fiz estágio como pesquisador visitante na Universidade de Shinshu, na cidade de Matsumoto no Japão, sob supervisão do Dr. Kazuoki Manakata, que me ensinou tudo o que penso saber sobre raios cósmicos.

 

Família e trabalho

Hoje sou pesquisador do INPE em São José dos Campos e já dei aulas para cursos de Engenharia na UNIVAP de São José dos Campos, Jacareí e Campos do Jordão entre 2010 e 2014.

Sou casado com Andrea R. da Silva, com quem tenho um casal de filhos: Ana Luisa e Pedro Henrique.

Já estive em alguns países do mundo graças ao meu trabalho, e incentivo a todos a buscar pelo conhecimento através dos estudos, pois a educação é a única forma de nos tornarmos melhores e podermos contribuir para um futuro melhor para todos. Tenho orgulho do meu trabalho e com modéstia vou fazendo meu melhor para o desenvolvimento do Brasil na área das Ciências Espaciais. Não posso deixar de agradecer aos meus professores do Instituto Estadual de Educação Tiaraju e do Colégio Estadual São Sepé, que me passaram a base fundamental para seguir meu caminho no meio acadêmico.

 

Quantas vezes ao ano vem a São Sepé?

Uma vez por ano vou a São Sepé rever meus pais e amigos. Ao povo de São Sepé um grande abraço!

marlos rockenbach 1