Obino

Reunião debate monitoramento da água consumida em São Sepé


Após um chamamento do presidente da Câmara de Vereadores, vereador Paulo Nunes, a coordenadoria do Programa Vigiagua esteve no Legislativo Municipal durante a manhã de sexta-feira, 7, para apresentar informações a respeito do programa.

Este é um programa de vigilância e monitoramento da qualidade da água utilizada para consumo humano e de responsabilidade da Vigilância Ambiental do Município de São Sepé, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde.

Estiveram presentes o coordenador do programa Vigiagua da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Santa Maria, Dirceu Castiglioni, e a coordenadora municipal, Claudia Santos, que falaram aos vereadores sobre o programa. Também o mestre em Química, Milton Seiffert, explanou sobre os agrotóxicos encontrados em águas brutas.

Durante a apresentação do programa, foram disponibilizado pela coordenadora municipal, relatórios, laudos e análises realizados pelo programa para apreciação dos vereadores e seus assessores. Os vereadores fizeram vários questionamentos sobre a qualidade da água ofertada pela concessionária no município. Segundo os coordenadores do programa, os parâmetros analisados pelo Vigiagua, as amostras coletadas estão em conformidade com a portaria de consolidação nº 05/2017 do Ministério da Saúde.

Para a coordenadora Claudia Santos, a reunião foi muito produtiva, visto que o tema água e agrotóxicos são preocupantes. “É um estímulo para nós do programa saber que os vereadores estão preocupados como nós, com a qualidade da água em São Sepé. Estamos trabalhando sempre para a população não ser prejudicada”, conta Claudia Santos. Ainda segundo ela, o programa não é contra o uso dos agrotóxicos, mas o uso correto. “Não somos contra o uso dos agrotóxicos, precisamos pensar em prevenir nossa população, e também precisamos trabalhar pelo uso de EPIs corretos”, ressalta.

Ao final da reunião, os coordenadores e vereadores debateram sobre o assunto e foi sugerida a realização de um seminário para falar sobre a água e o uso do agrotóxico. A equipe da Vigilância Ambiental se colocou à disposição para parcerias e para qualquer tipo de esclarecimentos que competem ao setor. “Precisamos unir forças entre os órgãos, para uma redução no índice de intoxicação por produtos tóxicos. Prevenir ainda é a melhor atitude”, finalizou Claudia Santos.

Estiveram presentes os vereadores Lauro Ouriques, Maria Silveira, Elcio Teixeira e o presidente da Câmara, Paulo Nunes.

 

 

Fonte: A.I. Câmara de São Sepé