Obino

Programação vai marcar os seis anos da tragédia da boate Kiss


 

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

 

Foi definida a programação de homenagens que marcam os seis anos da tragédia na Boate Kiss. Em 27 de janeiro de 2013, o incêndio tirou a vida de 242 pessoas e deixou mais de 600 feridas. As atividades começam com um seminário sobre prevenção de tragédias evitáveis, às 14h do dia 26 e se estendem até as 21h20min do dia 27. A tradicional vigília em frente ao prédio onde funcionava a boate será à 21h do dia 26, com saída da tenda da Praça Saldanha Marinho.

Tendo como objetivo honrar a memória das vítimas da tragédia, manter o compromisso da prevenção, sensibilizar a comunidade, os órgãos governamentais e demais entidades, a programação, conforme Flávio Silva, vice-presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), terá caráter educativo e preventivo. “Não falaremos só do nosso caso, mas de outras tragédias e tudo que envolva violação dos Direitos Humanos e meios de prevenção”.



Sábado, 26 de janeiro

Seminário de prevenção de tragédias evitáveis, no auditório da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

  • 14h às 15h20min _Painel sobre segurança, engenharia, tecnologia e normas técnicas na prevenção de tragédias evitáveis, com Alexandre Ravas Campos, diretor-secretário do Comitê Brasileiro de Segurança Contra Incêndio da ABNT e Antonio Fernando Berto, responsável técnico pelo Laboratório de Segurança ao Fogo e à Explosões do Centro Tecnológico do IPT – SP
  • 15h20min às 16h50min_ Painel sobre a importância da mídia em tragédias: informações que ajudam a esclarecer, responder e prevenir, com Elói Zorzetto, apresentador do RBS Notícias; Daniela Arbex, autora do livro Todo Dia a Mesma Noite; e Marcelo Canellas, repórter especial do Fantástico
  • 17h10min às 17h30min _ Documentário da AVTSM – A Cronologia de Uma Tragédia_ Com Paulo Tadeu Nunes de Carvalho
  • 17h30min às 19h_ Painel sobre Direitos Humanos e tragédias evitáveis como contra LGBTs e de combate ao feminicídio, racismo, com Tâmara Biolo Soares, mestre em Direito pela Universidade de Harvard (EUA) e responsável pelo litígio internacional do caso da Tragédia da Boate Kis; e Raquel Lima, mestre em Direito Internacional pela Universidade de São Paulo (USP) com atuação em áreas da jurisprudência da Corte Interamericana de Direitos Humanos, Direito Internacional dos Direitos Humanos e Justiça Criminal
  • 21h_ Vigília com saída da tenda da Praça Saldanha Marinho até o prédio onde funcionava a boate
  • 23h _ Cavalgada da Paz _ Com Mairo e amigos de vítimas da tragédia

 


Domingo, 27 de janeiro de 2019

  • 18h às 18h15 _ Abertura da 6ª edição do Janeiro 27, com exposição de fotos com a jornalista Alice Pavanello e o fotógrafo Dartanhan Fugueiredo. Como cerimonialistas estão Vilceu Godoy e Márcia Dernadin
  • 18h15min às 18h45min _ Lançamento da revista científica com artigos escritos por formandos que usaram o caso da Boate Kiss em seus Trabalhos Finais de Graduação (TCC), com os professores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Ada Cristina Machado e Flavi Lisboa
  • 18h45min às 19h _ Apresentação do projeto de uma pequena construção para vigília que deve substituir a tenda, com o professor Adriano Falcão, coordenador do Curso de Arquitetura da Universidade Franciscana (UFN)
  • 19h às 19h15min _ Apresentação do tema: O sentido do memorial e os projetos complementares, com o arquiteto Felipe Zene Motta, vencedor do concurso concurso público nacional de arquitetura para o Memorial às Vítimas da Boate Kiss
  • 19h15 às 19h35min _ Apresentação do questionário sobre o futuro museu do memorial pelas professoras Virginia Susana Veccholli, do departamento de Ciência Sociais da UFSM; Juliane Serres, coordenadora do programa em Memória Social e Patrimônio Cultural da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel); e Letícia Ferreira coordenadora da equipe de curadoria do futuro memorial
  • 19h35min às 19h50min _ Apresentação do protocolo de atendimento psicológico com a médica psiquiatra Melanie Olgliari Pereira terapeuta cognitivo-comportamental pelo Beck Institute
  • 19h50min às 20h05min _ Apresentação de vídeos sobre o memorial pela TV OVO
  • 20h05min às 20h25min _ Apresentação artística da Royalle Academia de Ballet
  • 20h25min às 20h30min _ Toque de silêncio, com soldado Yago Araújo, corneteiro da Força Aérea Brasileira (FAB)
  • 20h30min às 21h10min _ Ato ecumênico com o arcebispo Dom Hélio Adelar Rubert e Renato Paz, representante da Sociedade Espírita
  • 21h10min às 21h20min _ Canções de encerramento com Andressa Goulart

 

 

Fonte: Diário de Santa Maria