Polícia flagra dupla com 19 toneladas de soja furtada


Um caminhoneiro e um vigilante foram flagrados pela polícia com uma carga de soja que teria sido furtada da empresa Camnpal. Eles foram detidos na manhã desta terça-feira, 6.

Eles são suspeitos de estarem ligados a outros furtos semelhantes na empresa e o produto era retirado diretamente dos silos. O prejuízo estimado é de cerca de R$ 1 milhão e o sistema de videomonitoramento ajudou os investigadores a chegar na  dupla. A polícia acredita, porém, que mais pessoas estão envolvidas no caso.

O veículo foi encontrado estacionado em um posto de combustíveis após ser monitorado durante a madrugada. Os dois indivíduos foram presos e encaminhados para o Presídio Estadual de São Sepé.

Um dos membros da equipe responsável pelo flagrante, o policial civil Renato Rosso destacou o trabalho de investigação que teve ainda apoio da Brigada Militar. “Estivemos envolvidos no caso desde a madrugada desta terça-feira. Gostaria de agradecer o apoio da Brigada Militar, na pessoa dos colegas Dário Bastos e Rogério Rosso”, enfatizou.

 


DEFESA

O advogado Bento Martins deve assumir a defesa do motorista envolvido no caso. Ele ressaltou o trabalho da Polícia Civil e disse que ainda deve analisar as provas e elementos que embasaram a investigação. Martins ainda destacou que o seu cliente deve usar do direito constitucional do silêncio no primeiro momento. O advogado ainda informou que o motorista não possui antecedentes criminais e não possui nenhuma conduta que o desabone, fato que deve motivar o pedido de um relaxamento ou revogação da prisão.