Obra de usina da Havan vai gerar 195 empregos na região


Foto: Consultoria Celtes Ambiental/divulgação

Começaram, no início de maio, os preparativos para a construção da primeira das quatro pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) que o grupo catarinense Havan vai erguer no Rio Toropi, aqui na região. A catarinense FBF Construtora, de Xanxerê (SC), já está montando o canteiro de obras na localidade de Quebra Dentes, no interior de Quevedos (foto acima), onde será construída a usina, que terá o mesmo nome do lugar. Enquanto isso, a empresa está preparando um CTG e alugando casas em Quevedos para servirem de alojamento para os cerca de 215 operários e técnicos que trabalharão no auge da obra.

Segundo a coordenadora de Recursos Humanos da FBF Construtora, Elisete Nunes, 15 profissionais são fixos da empresa, o que inclui engenheiros, técnico de segurança do trabalho e setor administrativo. Os outros 195 trabalhadores serão contratados, em Quevedos e aqui na região, para os cargos de pedreiro, soldador, armador e carpinteiro, em que é exigida experiência, e também para servente de obras e ajudante, em que não precisa ter experiência prévia.

Segundo ela, os interessados já podem enviar currículos para o e-mail karine@fbfconstrutora.com.br ou procurar a representante da empresa em Quevedos.

“Nem todos serão contratados agora. Em junho, deveremos ter 70 trabalhadores e, no auge da obra, chegaremos a 215 funcionários”, diz Elisete.

Segundo Edson Diegoli, diretor do grupo catarinense Havan, não será aproveitada a estrutura da antiga usina de Quebra Dentes que existe no Rio Toropi e foi construída em 1946. A PCH será totalmente nova e deve ficar pronta em até dois anos. Ele acredita que, daqui a três meses, começará a construção da segunda PCH, a do Passo do Guassupi.

Em abril, a Fepam deu a licença para a PCH de Quebra Dentes, que será no Rio Toropi, entre Quevedos e Júlio de Castilhos, com investimento de R$ 63,4 milhões. Já a licença de instalação da usina de Salto do Guassupi, também da Havan, havia sido dada pela Fepam em 1º de março. A obra prevê um investimento de R$ 55 milhões na construção, na localidade de Rincão dos Albinos, entre São Martinho da Serra e Júlio de Castilhos. A Havan venceu leilão da Aneel, em abril, e garantiu contrato para venda de parte da energia – outra parte será para abastecer as lojas Havan. O grupo catarinense aguarda a licença de mais duas PCHs do Complexo Toropi. Ao todo, o investimento será de R$ 400 milhões nessas quatro usinas.

 

PCH Quebra Dentes

Onde – Rio Toropi, entre Quevedos e Júlio de Castilhos

Investimento – R$ 63,4 milhões

Barragem – 19m75cm de altura

Área alagada – 54,6 hectares

Túnel até casa de força – 2,7 km

Capacidade – 22,4 megawatts (MW)

 

PCH Passo do Guassupi

Onde – Rio Guassupi, no Rincão dos Albinos, entre São Martinho da Serra e Júlio de Castilhos

Investimento – R$ 55 milhões

Barragem – 22m de altura

Área alagada – 79 hectares

Túnel até casa de força – 2,1 km

Capacidade – 12,2 MW

 

 

Fonte: Diário de Santa Maria