Obino

O professor é vilão – Adriana Aires


 

Os professores, constantemente, são apontados como grandes vilões da sociedade, são doutrinadores que reclamam de salários e saem às ruas para fazer baderna.

Se para ser vilão é olhar no olho do teu aluno e tentar entender o que ele sente além do que está escrito nos conteúdos programáticos, então somos vilões;

Ser vilão é ser um pouco mãe, pai, enfermeiro, psicólogo, então somos vilões;

Ser vilão é correr para que a viagem de final de ano dê certo ou a formatura ocorra conforme foi sonhada, então somos vilões;

Ser vilão é encontrar muitas vezes salas de aula com o mínimo de recursos e tirar do próprio bolso para que os alunos tenham o material proposto, então somos vilões;

Ser vilão é deixar a família e os amigos de lado para preparar planos de aula e buscar atividades que incluam o lúdico e as novas tecnologias para que as aulas não sejam sempre a mesma coisa, então somos vilões;

Ser vilão é proporcionar um lanche compartilhado;

É ensinar as diferenças;

É fazer florescer a semente do bem;

É trazer o lado bom da vida em meio ao turbilhão de notícias desagradáveis que aparecem no dia a dia;

É torcer para que a vida daquelas crianças e adolescentes dê certo e vibrar a cada aprovação;

Se tudo isso é ser vilão, então seguirei sendo uma eterna vilã, pois acredito que a educação é a forma mais linda de fazer transformações e proporcionar caminhos possíveis a todos que muitas vezes vivem vidas tão desiguais!

Mais valorização aos profissionais da educação!

Nossa mais forte ferramenta de luta é o AMOR!!!

 

Adriana Aires