Marca inédita: produção de soja no RS deve atingir 15 milhões de toneladas

8ª Abertura Oficial da Colheita da Soja no RS

A produção de soja no Rio Grande do Sul deve atingir a marca inédita de 15 milhões de toneladas em 2015. A estimativa foi confirmada no último sábado, 28, durante a 8ª abertura da colheita do grão, em Tupanciretã. O município, localizado na área central do Estado, é considerado a capital gaúcha da soja, com mais de 140 mil hectares de área de cultivo, com produção prevista em 50 sacas por hectar e renda estimada em cerca de R$ 468 milhões. A abertura simbólica da colheita contou com a presença do governador José Ivo Sartori, que pilotou uma colheitadeira na propriedade que sediou o evento – de Dorival Lima Terra, às margens da RSC-392.

Ao ser recepcionado pelo prefeito, Carlos Augusto Brum de Souza, Sartori destacou que o setor primário é a grande mola propulsora da economia gaúcha e brasileira e terá papel ainda mais decisivo neste ano de 2015. “Em toda minha trajetória política, nunca fui de ficar trancado em gabinete e não será diferente agora como governador. É aqui, na lavoura, próximo ao Rio Grande que dá certo, que venho buscar inspiração para nossa missão no governo. A cadeia produtiva da soja pode contar com a nossa parceria”, destacou.

Segundo dados da Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária, o Rio Grande do Sul possui 5,1 milhões de hectares de área plantada com grãos. A falta de chuvas tem afetado lavouras na região das Missões e noroeste do Estado. Nas demais áreas, não houve relatos de adversidades climáticas mais significativas para a cultura. “O nosso papel é estimular o setor produtivo, a fim de proporcionar melhores condições para os homens e mulheres que tiram da terra o seu sustendo. Novas tecnologias, máquinas e equipamentos modernos, assistência técnica e informação são ferramentas fundamentais para o crescimento”, destacou o secretário estadual da Agricultura e Pecuária, Ernani Polo.

Também participaram da solenidade o secretário estadual de Transportes e Mobilidade, Pedro Westphalen, o presidente da Assembleia Legislativa, Edson Brum, o representante da Câmara dos Deputados, Jerônimo Goergen, demais deputados estaduais e federais, vereadores e representantes de entidades de classe ligadas à área rural. Após o evento, o governador almoçou com produtores e lideranças regionais na sede da Associação de Funcionários da Cocevvil Comércio de Cereais (Afuco).

 

Fonte: Governo RS / Gabriela Alcantara

Foto: Luiz Chaves