Indígena é atropelado por caminhão na BR-290

anuncios - materia


Atropelado no final da tarde de sábado, 30, na BR-290, o indígena Lucas Fernandes, de 35 anos, não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo no Hospital de Caridade e Beneficência de Cachoeira do Sul. Ainda não há definição sobre velório e sepultamento. O corpo é mantido numa capela da Funerária Freitas e é possível que não seja velado, pois o ritual não é previsto nas tradições indígenas.

O atropelamento aconteceu no Km 298 da BR-290, na divisa de Cachoeira com Caçapava do Sul. Fernandes atravessava a rodovia e acabou sendo atingido por um Volkswagen carregado com combustível, conduzido por Arselmo Claudio Wolff, motorista de Candelária.

Testemunhas relataram à Polícia Rodoviária Federal de Caçapava do Sul que Fernandes estaria com sintomas de embriaguez no momento em que atravessava a estrada para ingressar num ônibus em direção a Cachoeira. O indígena foi socorrido pela ambulância SAMU e conduzido ao Hospital de Caridade e Beneficência, onde chegou a dar entrada com traumatismo craniano, fraturas múltiplas e lesões por todo o corpo.

Lucas Fernandes era morador de uma aldeia indígena na BR-153.

 

 

Fonte: O Correio

 

Guilherme Motta