‘Estamos apavorados’, diz tio de menino de 7 anos atropelado em Santa Maria


 

Os familiares do menino de 7 anos atropelado na rua onde mora em Santa Maria estão inconsoláveis. Eles acompanham a situação da criança, que esta internada em estado gravíssimo na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM).

O jovem de 18 anos que dirigia o carro chegou a ser preso, mas foi liberado após pagar R$ 3 mil de fiança.

Tio do menino, o armador de ferro Sidnei Nascimento conta que estava dentro de casa quando escutou o barulho da batida. Ao ver o que tinha acontecido, ele encontrou o menino caído ao lado de um poste e o veículo saindo do local em alta velocidade, sem o motorista prestar socorro. O familiar perseguiu o carro até ser parado em uma barreira policial.

“Meu sobrinho está lá, só por Deus. Rezando para ele se salvar, que Deus ajude, que não aconteça mais nada grave. Pelo amor de Deus, nós estamos apavorados”, emociona-se Sidnei.

O caso ocorreu por volta das 23h de quarta-feira, 8. O capitão da Brigada Militar Sandro Martins conta que os PMs tentaram abordar o carro do jovem que atropelou o menino, mas sem sucesso.

“Esse veículo não parou. Os policiais notaram que estava com algumas avarias frontais e de pronto realizou perseguição, na busca de identificar quem seria o condutor do veículo”, relata.

Os policiais conseguiram parar o carro e prender o motorista, que tinha carteira de habitação apenas para conduzir motocicleta. Para a polícia, ele confirmou que tinha atropelado a criança. O teste do bafômetro deu negativo.

O menino passou por cirurgia nas pernas no hospital e segue internado. A mãe, Juliana Brum de Souza, conta que ele quebrou as duas pernas e a bacia.

“Ele está em coma, está respirando por aparelhos, porque está com o pulmão furado e vai ter que fazer transfusão de sangue”.

 

 

Fonte: G1RS