Dois pontos de rodovias permanecem com manifestações de caminhoneiros


Caminhoneiros realizaram manifestações em dois pontos de rodovias federais entre a noite deste domingo e a madrugada de segunda-feira, 7, no Rio Grande do Sul mesmo após o anúncio de encerramento das mobilizações. Em Camaquã, na BR-116, houve protesto entre 19h de domingo e 1h de segunda-feira.

Os caminhoneiros se concentraram em um posto de combustíveis. Os Bombeiros foram chamados para apagar o fogo em pneus. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os pneus foram colocados no acostamento e não houve bloqueio da rodovia. Alguns caminhões foram apedrejados. A Ecosul, concessionária que administra a rodovia, atendeu um motorista no pedágio que se feriu após ser atingido por uma pedra.

Outro ponto com mobilização ocorre na BR-290, em Pantano Grande, em frente ao paradouro no quilômetro 215. Motoristas de caminhões são impedidos de seguir viagem. Não há bloqueio para outros veículos.

A Polícia Rodoviária Federal multou 60 caminhoneiros por obstrução de vias durante as manifestações ocorridas entre os dias 1° e 5 de agosto em rodovias federais do Rio Grande do Sul. O valor de cada multa é de R$ 3.830,80.

Na sexta-feira, a Justiça autorizou que as multas fossem aplicadas em casos onde houvesse interrupção do trânsito. Os protestos foram oficialmente encerrados neste domingo. Os profissionais reclamam do aumento do preço dos combustíveis e da redução dos investimentos na melhoria das estradas.

 

 

Fonte: Rádio Gaúcha