Defesa de homem preso com plantação de maconha quer que réu responda em liberdade


 

O advogado de defesa do homem preso após a polícia descobrir uma plantação de maconha no interior de São Sepé protocolou nesta segunda-feira, 31, o pedido de liberdade provisória do acusado. O caso deve ser analisado pela Justiça nos próximo dias.

Segundo Bento Martins, que lidera o trabalho desde a manhã de hoje, todos os requisitos que possibilitam o réu responder em liberdade estão preenchidos pelo seu cliente. “Ele é primário, tem bons antecedentes, residência fixa, enfim. É uma pessoa notadamente com bons indicativos perante a comunidade e que sua liberdade em nada prejudica o andamento do processo”, destacou.

O advogado disse que a liberdade do cliente, hoje com 60 anos, é a primeira ação frente ao caso. “Vencida esta fase iremos trabalhar no processo para debater o fato em si. As alegações, provas – e até mesmo perícias – serão objeto de análise posterior”, sintetizou Martins.