Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada


 

Os grupos prioritários para a vacinação contra a gripe ganharam mais duas semanas para garantirem sua imunização. A campanha nacional, que terminaria nesta sexta-feira, 1º, foi prorrogada até o próximo dia 15.

No RS, até o momento, não foi atingida a meta de 90% de cobertura vacinal pretendida. Dados atualizados nesta quarta-feira, indicam que foram vacinados 71,4% das pessoas que se encontram nos grupos prioritários, o que representa mais de 2,4 milhões de pessoas.

A determinação de prorrogar a campanha foi tomada pelo Ministério da Saúde tendo em vista o feriado de Corpus Christi nesta quinta-feira e a dificuldade de locomoção da população devido ao desabastecimento de combustível no país registrado nos últimos dias. Os lotes das vacinas estão assegurados, pois todo o quantitativo já havia sido distribuído aos municípios.

 


Ampliação nas faixas etárias após o dia 15

Após o término da campanha, no dia 15, os postos ainda terão disponíveis a vacina conforme o estoque restante. Neste ano, o Ministério da Saúde e a Secretaria da Saúde estão orientando os municípios para que priorizem – além dos atuais grupos elegíveis para vacinação – as faixas etárias de 5 a 9 anos e de 50 a 59 anos de idade.

 


Registrada primeira morte por Influenza em 2018

A Secretaria da Saúde recebeu a notificação do primeiro caso fatal no ano por gripe, pelo subtipo Influenza A-H1N1. Trata-se de uma mulher, 32 anos, residente de Lajeado, que faleceu enquanto estava internada em Porto Alegre. Ela não foi vacinada neste ano e o caso está em investigação quanto a presença de alguma comorbidades (doença crônica que possa potencializar a ação do vírus). O caso foi notificado após o fechamento do boletim epidemiológico divulgado segunda-feira, 28, que apontava a ocorrência de 34 casos confirmados.

 


Dados da campanha

Crianças: 286,2 mil (47,7%)

Trabalhador de saúde: 227 mil (75,5%)

Gestantes: 58,5 mil (55,1%)

Puérperas: 13,9 mil (80,2%)

Indígenas: 19,9 mil (88,6%)

Idosos: 1,19 milhão (81,5%)

Professores: 89,5 mil (75,3%)

Total dos grupos prioritários: 1.888.989 (71,4%)

Sistema Prisional: 27,3 mil

Comorbidades: 510,7 mil

Outros: 33,9 mil

TOTAL: 2.466.756

 

 

 

Fonte: Ascom/Governo do RS