Caminhoneiro de São Sepé é morto por colega de trabalho próximo a protesto na BR-392

_MG_5531

Um atropelamento tirou a vida do caminhoneiro Cléber Ouriques, 39 anos, no início da manhã deste sábado, 28, na BR-392, em São Sepé. Cléber estaria junto ao grupo que se manifesta há quase uma semana no acesso ao município sepeense. Informações preliminares dão conta que ele foi atropelado por um colega de trabalho.

10402948_636144399826467_3425485146304175460_n

O grupo teria abordado um caminhão no local do protesto. Com a recusa do motorista, Cléber teria pego o carro e ido atrás do condutor. Cerca de 7 km após o ponto eles se encontraram. Segundo testemunhas a vítima parou o carro e desceu na tentativa que o caminhoneiro parasse o veículo. Cléber foi arremessado há cerca de 10 metros do ponto onde foi atingido.

O caminhoneiro fugiu do local. Apesar disso, parte do parachoque do veículo ficou às margens da via. A Polícia Federal está fazendo buscas ao veículo que teria sido visto na direção de Porto Alegre. Segundo relatos, seria um caminhão baú da cor prata. O caso também deve ser investigado para que os motivos da ação sejam esclarecidos. A conduta dos manifestantes também deverá ser tema da investigação.

O grupo de protestantes está completamente abalado com o fato. Cléber morava em São Sepé e possuía um círculo grande de amizades. Ele é filho do ex-candidato a vereador Lauro Ouriques.

_MG_5529

_MG_5538

_MG_5537-2