Obino

Boletim aponta mais dois casos de dengue na região


 

Foto: Gabriel Haesbaert/arquivo Diário

De acordo com o último boletim epidemiológico de arboviroses, emitido na última sexta-feira, 12, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) e pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Santa Maria teria um terceiro caso de dengue confirmado em 2019. No entanto, a Vigilância em Saúde da prefeitura disse não ter conhecimento desse novo caso.

Conforme o superintendente Alexandre Streb, o município aguarda o resultado de um exame de uma criança com suspeita de ter adquirido a doença na cidade, mas que o Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS) ainda não confirmou a suspeita.

Questionada pelo Diário, a assessoria de Comunicação da SES informou que “o terceiro caso importado de Santa Maria tem como data de início de sintomas no início de junho (entre 2 e 8 de junho)” e que ele “foi confirmado pelo Lacen ainda no mês passado”. Porém, a informação sobre o município e localidade de infecção devem ser informados somente na segunda-feira.

O documento publicado pelo governo do Estado também aponta uma confirmação da doença em Agudo, mas o caso também não era de conhecimento da secretaria municipal de Saúde. A SES, então, informou que o caso é importado e o paciente, que reside em Agudo, pegou a doença em viagem a Belo Horizonte (MG).

Segundo a assessoria de Comunicação da secretaria estadual, a data de início de sintomas foi entre 19 e 25 de maio, e o caso foi confirmado pelo Lacen há duas semanas. Também na segunda, a SES deve confirmar em qual município esse paciente foi diagnosticado e emitiu a notificação.

Até agora, além desses, há sete casos da doença confirmados na Região Central: quatro em Cruz Alta (três autóctones e um importado), um em Dilermando de Aguiar (importado) e dois em Santa Maria (importados).

 

 

Fonte: Diário de Santa Maria