Obino

Autoridades anunciam ações para combater a criminalidade no campo


 

 

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, e o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, anunciaram na última semana uma série de ações para combater a criminalidade no campo. A ação teve participação de representantes de diversas entidade, dentre eles, os gaúchos Tenente Coronel Marcelo Gaier Barboza, a delegada Sandra Mara Guaglianone e o Escrivão de Polícia José Salvio de Mello Corrêa, sepeense que atualmente atua na diretoria de operações do ministério da segurança pública, em Brasília.

Martins e Jungmann assinaram um protocolo de intenções que prevê que o Grupo de Trabalho Bilateral, criado pelo ministério em parceria com a CNA, realize estudos, trace um diagnóstico do problema e proponha soluções conjuntas de combate a crimes, como roubos de gado, assaltos e furtos nas fazendas.

O ministro aproveitou o evento e convidou a CNA para participar do Conselho Nacional de Segurança Pública e Defesa Social que será instalado ainda neste mês. “A criminalidade no campo sempre foi um vazio na nossa história. Não temos estatísticas desses crimes, logo, não temos políticas de prevenção e combate, muito menos ferramentas. Precisamos focar as ações e trabalharmos juntos”, disse.

O objetivo é traçar metas efetivas para o combate nas áreas rurais em todo o território nacional.

 

 

* com informações CNA