Acusado de atirar em policiais em São Sepé é condenado a mais de 40 anos de prisão

cabecalho-site


suspeito-dieni-vila-nova

O réu Diene Felipe da Silveira Rodrigues foi condenado a 42 anos de reclusão e 1 ano de detenção em regime inicial fechado, além de 10 dias multa na razão de 1/30 avos do salário mínimo. Ele foi acusado de ter atirado contra quatro policiais civis durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão, no interior de São Sepé.

Um dos policiais foi atingido na cabeça pelo disparo. Ele foi socorrido por colegas e acabou sobrevivendo. Diene era acusado de homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima, além de posse de arma de fogo de uso restrito.

O Júri foi presidido pelo juiz Leandro Preci e teve na acusação a promotora Bárbara Pinto e Silva e o advogado, Daniel Tonetto, como assistente de acusação. A defesa de Diene foi feita pelo advogado Sérgio Lima, que deve recorrer da decisão ao TJ/RS.

O réu deve permanecer preso.

 

 

Guilherme Motta