Acidente deixa dois mortos na BR-287 em Santa Maria


Foto: Gabriel Haesbaert/divulgação

Um choque entre dois carros resultou na morte de duas pessoas por volta das 9h desta quarta-feira, em Santa Maria. A colisão frontal ocorreu na Faixa de São Pedro (BR-287), próximo à Parada Link, a cerca de 15 quilômetros do acesso ao distrito Boca do Monte.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma EcoSport, com placas de Itaqui, que trafegava no sentido São Pedro do Sul-Santa Maria, e um Gol, com placas de Santa Maria, que ia no sentido contrário, colidiram de frente em uma reta.

O motorista do Gol, Sadi Rodrigues (idade não informada), e a irmã dele, a aposentada Gecy Rodrigues Rodrigues, 65 anos, que estava no banco de trás, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. A esposa de Sadi, Terezinha de Castro Rodrigues, e a cunhada de Gecy, Ladi Rodrigues, foram levadas para hospitais de Santa Maria. Na EcoSport estavam um Cristiano Jessi e sua mulher grávida, Silvana Boeira. Eles também ficaram feridos e foram encaminhadas para atendimento médico. Ainda não há informações sobre os nomes dos feridos nem sobre os estados de saúde.

“Eu fui levar ela (Gecy) ali na Ulbra para pegar a carona do irmão. Eles iam para São Pedro do Sul para arrumar as coisas de uma outra irmã deles, que estava doente, e trazê-la para Santa Maria. Um amigo me ligou e falou do acidente”, relatou o agricultor Adão Rodrigues, 54 anos, marido de Gecy, que acompanha o trabalho dos policiais no local do acidente.

Gecy trabalhou no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), estava aposentada e morava com o marido na localidade de Picada dos Barros. O casal não tinha filhos.

Equipes da PRF, Samu, bombeiros, Polícia Civil e Instituto-Geral de Perícias trabalham no local. O trânsito chegou a ficar em meia-pista, o que gerou lentidão e congestionamento de cerca de 2 quilômetros no local. Por volta das 10h30min, o fluxo começava a fluir melhor.

Nos último dia 25, uma empresária de São Pedro do Sul morreu na mesma rodovia. Beatriz Kist Parcianello voltava de Santa Maria para São Pedro do Sul quando capotou. Ela morreu na hora. O acidente foi descoberto porque seu filho, de 5 anos, conseguiu sair do carro e pedir ajuda a motoristas que passavam pelo local.

 

 

Fonte: Diário de Santa Maria